terça-feira, 23 de agosto de 2016

Caldeirada de Peixe


Adoro caldeirada, o molho e as batatas são a minha parte preferida, como o resto mas se fizesse apenas o peixe com os temperos não ia ser igual, o sabor que fica naquelas batatas é que me faz feliz.
Por isso deixo uma caldeirada de peixe que ficou divinal, uma grandessíssima senhora caldeirada pois foi para várias pessoas.

Ingredientes (entre 5 a 6 pessoas):

4 embalagens de peixe para caldeirada (usei do continente porque para mim é o que vem mais bem preparado);
2 copos de vinho branco;
4 colheres de sopa cheias de polpa de tomate;
Batatas;
Dentes de alho esmagados;
Cebolas;
Tomates;
2 caldos de marisco;
Sal, pimenta e azeite;

Preparação:

Descasca-se e corta-se as batatas ás rodelas, descasca-se as cebolas e corta-se em meias luas finas, pica-se os tomates em cubos retirando as pevides, num tacho grande mete-se uma camada de batata, depois uma de cebola, alguns dentes de alho, tomate e 2 das embalagens do peixe, depois repete-se de novo batata, cebola, alho, tomate e peixe.
Polvilha-se com sal e pimenta, mete-se os caldos, a polpa de tomate, o vinho branco e bastante azeite. Vai ao lume até estar tudo cozido se acharem que tem pouco molho podem meter mais um pouco de azeite ou de água e se virem que o molho está muito clarinho acrescentem mais um pouco de polpa de tomate (a meio da cozedura verifica-se os temperos e se necessário mete-se sal e pimenta a gosto).
Nesta caldeirada não meti água nenhuma pois o que destilou do peixe, do tomate e da cebola foi o suficiente para ficar cheio de molho.



sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Pão de Alho - Bimby


Já há imenso tempo que não meto receitas da bimby, mas ela trabalha imenso é a minha grande ajuda na cozinha e é raro o dia que não a meto a trabalhar, só que tenho feito coisas dos livros da bimby ou das revistas (essa receita de hoje é de revista), outras vezes esqueço-me das fotografias e assim vamos. Esse pão de alho que deixo hoje é tão bom, mas tão bom que andamos sempre a o "depenicar", podem comer quente ou frio eu cá prefiro quentinho com o queijo a esticar!!!
Podem sempre adaptar essa receitas e fazerem sem a bimby, só tem que ter atenção no amassar da massa, para ficar bem fofinha a massa tem que ser muito bem amassada.

Ingredientes:

70gr de queijo (usei das ilhas);
1 colher de sopa de tomilho;
10 folhas de manjericão;
6 dentes de alho;
100gr de manteiga, mais q.b. para untar;
240gr de água;
60gr de leite;
10gr de azeite;
10gr de açúcar;
25gr de fermento de padeiro fresco ou 8gr de fermento de padeiro seco;
500gr de farinha tipo 65, mais q.b. para polvilhar;
1 colher e meia de chá de sal.

Preparação:

Coloque no copo o queijo e rale 8 seg/vel 9. Retire e reserve.
Coloque no copo o manjericão, o tomilho e 4 dentes de alho e pique 2 seg/vel 7, baixa-se com a espátula o que ficou no copo.
Adicione a manteiga e derreta 2 min/Varoma/vel 1. Retire e reserve.
Coloque no copo 2 dentes de alho e pique 2 seg/vel 7.
Adicione a água, o leite, o azeite, o açúcar e o fermento e aqueca a 2 min/37ºc/vel 1.
Adicione a farinha e o sal e amasse 1 min/ vel Espiga. Deixe levedar em local morno +/- 40min ou até a massa dobrar de volume.
Pré aqueça o forno a 180ºC, unte uma forma de bolo inglês ou um tabuleiro (usei um tabuleiro pequeno de ir ao forno).
Numa superfície polvilhada com farinha e com a ajuda de um rolo estanda a massa formando um retangulo, distribua a manteiga com ervas e o queijo, corte em tiras largas no sentido longitudinal e depois corte-as ao meio, dobra-se as fatias em forma de S (para ficar como nas fotografias), e dispõe-se na forma, deixe levedar cerca de 15 min.

Vai ao forno a 180ºC cerca de 30 min.



quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Arroz de Bacalhau com Miolo de Camarão


O bacalhau é das coisas que mais se pode diversificar, seja ele simples ou mais elaborado resulta sempre em pratos muitos saborosos, esse meu arroz de bacalhau é muito bom, faço com alguma frequência e é daquelas receitas eu não tem que enganar.

Ingredientes:

1 saco de bacalhau desfiado;
1 embalagem de miolo de camarão (+/-250gr);
1 cebola;
3 dentes de alho;
1 chávena de arroz;
4 chávenas de água;
Meia chávena de vinho branco;
2 colheres de sopa de polpa de tomate;
1 colher de sobremesa de açafrão;
Azeitonas, azeite, pimenta e sal q.b.;

Preparação:

Mete-se o bacalhau demolho para retirar uma grande parte do sal (costumo a deixar durante a noite num recipiente grande cheio de água, de manhã retiro a água da noite e meto outra fresquinha, as mudas de água vai depender da quantidade de bacalhau vai-se vendo o sal do bacalhau até estar ao vosso gosto).
Pica-se a cebola e os alhos e leva-se a refogar num pouco de azeite, adiciona-se a polpa de tomate e o açafrão e mistura-se bem na cebola, mete-se o vinho e o arroz e quando começar a ferver mete-se a água, o bacalhau e o camarão, tempera-se de sal e pimenta, quando o arroz estiver quase cozido retifica-se os temperos se necessário e transfere-se para um pirex decora-se com azeitonas e vai ao forno até ficar dourado e sequinho.

Se gostam de salsa podem salpicar de salsa na hora de servir.

Acompanha-se com salada.




quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Salada de Feijão Preto


Mais um acompanhamento muito rápido de fazer e que é servido frio. Podem acompanhar carne ou peixe fica bom com ambos. Essa salada serviu para acompanhar um churrasco de carne e de sardinhas.

Ingredientes:

1 lata de feijão preto;
Meio pimento vermelho;
Meio pimento verde;
1 cebola pequena roxa;
1 tomate;
4 colheres de sopa de azeite;
1 colher de sopa de vinagre balsâmico;
Sal, pimenta preta e alho em pó q.b.;

Preparação:

Lava-se e deixa-se escorrer bem o feijão, parte-se os pimentos e a cebola em pedacinhos bem pequenos, retira-se as pevides ao tomate e pica-se também. Mistura-se todos os ingredientes e tempera-se com o azeite, o vinagre, o sal, a pimenta e o alho depois é só servir.



terça-feira, 16 de agosto de 2016

Macarrão com Queijo Caseiro


Adoro massas e esse macarrão com queijo é maravilhoso, muito melhor do que o de compra, super reconfortante e caseiro. Apesar de dar mais um pouco de trabalho do que os que compramos vale muito a pena, fica muito cremoso e o sabor é único.

Ingredientes:

Metade de um pacote de cotovelos;
Meio litro de leite;
2 colheres de sopa de farinha maisena;
Queijo ralado (usei das ilhas), pimenta branca, sal, azeite e água q.b.;

Preparação:

Coze-se as massas em água temperada de sal com um fio de azeite, escorre-se e reserva-se.
Num tacho mete-se o leite, a farinha maisena e umas 4 a 5 colheres de sopa de queijo ralado, tempera-se de pimenta branca e com um pouco de sal e deixa-se o molho engrossar. Envolve-se as massas cozidas no molho e dispõe-se num tabuleiro ou pirex, polvilha-se com mais um pouco de queijo e vai ao forno a gratinar.



sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Salada de Couve com Frutos do Bosque


Mais uma saladinha fresca, um acompanhamento muito leve e muito saboroso e que ajuda a combater esse calor. Se não gostarem do mix com frutos do bosque (trás amêndoas, cajus, uvas passas e amendoins tudo ao natural) podem substituir por outro fruto seco da vossa preferência. Eu gosto dessa combinação porque a cada garfada o sabor é diferente, os crocantes com o doce das passas com o contraste do sabor da maionese, só comendo mesmo para verem do que falo.

Ingredientes:

Metade de uma couve (pequena) branca ou lombarda;
Metade de um repolho roxo (pequeno);
2 maçãs verdes;
1 cenoura grande;
1 pacote de mix com frutos do bosque natural;
1 dose de maionese caseira;
Sal e pimenta preta q.b.;

Preparação:

Faz se a maionese caseira e reserva-se (podem também usar de compra), rala-se a couve, o repolho, as maçãs e a cenoura. Mete-se o mix dos frutos e a maionese mexendo muito bem para ficar tudo bem misturado, tempera-se de sal e pimenta a gosto e está pronta a servir.




quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Costeletas em Molho de Natas


Ás vezes basta mudar ou acrescentar um ingrediente e a receita ganha nova vida, com estas costeletas foi o que aconteceu, queria fazer alguma coisa diferente e gostosa, pensei nas natas e até estava um pouquinho reticente sem saber se íamos gostar do resultado final, a verdade é que ficaram 5* muito saborosas adoramos e é para repetir.

Ingredientes:

6 costeletas de porco;
1 cebola;
4 dentes de alho;
1 pacote de natas de culinária;
Meio copo de vinho branco;
1 colher de chá de açafrão;
1 colher de chá de alecrim;
2 colheres de sopa de polpa de tomate;
Sal, pimenta, água e azeite q.b.;

Preparação:

Tempera-se as costeletas de sal, pimenta, 2 dentes de alho e o alecrim e deixa-se repousar pelo menos uma hora.
Numa frigideira mete-se um pouco de azeite e mete-se as costeletas até ficarem rosadas de ambos os lados.
Num tacho mete-se a cebola picada ou ralada (como preferirem) com os restantes dentes de alho também picados ou ralados, rega-se com um pouco de azeite e refoga-se, junta-se o açafrão, a polpa de tomate e o vinho branco e deixa-se reduzir o molho, adiciona-se as natas, as costeletas e água até cobrir a carne toda, tempera-se de sal e pimenta e deixa-se cozinhar e engrossar o molho.

Podem acompanhar com o que mais gostarem é um tipo de comida que fica bem com qualquer acompanhamento, batata frita, arroz, esparguete, salada, etc.



terça-feira, 9 de agosto de 2016

Maionese Caseira


Para adicionar nas saladas e até quando acaba a maionese sem eu contar é essa maionese que faço e uso, tenho sempre de compra em casa, mas ultimamente tenho optado por fazer, sempre que tenho tempo para estar na cozinha faço a minha maionese. A receita não é novidade nenhuma e até vem no livro básico da Bimby. Podem personalizar a maionese ao vosso gosto, podem usar ervas (salsa, coentros) e até podem não meter alho nem pimenta preta e ficar com a maionese simples.

Ingredientes:

1 ovo;
150ml de óleo;
150 ml de azeite;
1 colher café de massa de alho;
Sal e pimenta preta q.b.;
Sumo de meio limão;

Preparação:

Num copo alto (usei mesmo o que vem com a varinha mágica) adiciona-se o ovo, o sal, a pimenta e o sumo do limão, mete-se a varinha mágica dentro do copo e vai se adicionando aos poucos o óleo e o azeite e fazendo movimento para cima e para baixo com a varinha até gastar todo o azeite e óleo.

Se não tiverem limão podem usar uma colher de sobremesa de mostarda.

Fica maravilhosa!!!


terça-feira, 26 de julho de 2016

Quirche de Bacalhau


Pode-se fazer quirches de praticamente tudo, e eu adoro uma boa quirche hoje trago a minha quirche de bacalhau, para esta receita até podem usar sobras de bacalhau. Tenham atenção ao sal do bacalhau se este tiver um pouco de sal não se deve de meter mais sal nenhum ou ainda correm o risco de ficar com a quirche salgada. Gosto imenso dessas refeições assim, são rápidas de preparar e é uma refeição leve, com uma salada a acompanhar ficamos satisfeitos sem estar pesados.
Já agora deixo-vos também como sugestão o Bacalhau Espiritual com Batata Palha que é um dos clássicos de cá de casa, para quem gosta de bacalhau é uma maravilha.

Ingredientes:

1 base de massa quebrada (fiz na bimby mas podem usar de compra);
1 cenoura;
1 embalagem de bacalhau desfiado (demolhado);
1 pacote de natas;
6 ovos;
1 cebola pequena;
3 dentes de alho;
Azeite e pimenta q.b.;
Leite q.b.;

Preparação:

Prepara-se a massa quebrada na bimby, estende-se e forra-se a tarteira (quem usar de compra tem apenas que forrar a tarteira). Num tacho leva-se o bacalhau a cozer em leite, quando cozido retira-se deixa-se arrefecer um pouco e desfia-se. Numa frigideira refoga-se a cebola bem picada com o alho em azeite, adiciona-se a cenoura e depois o bacalhau envolve-se bem e deixa-se ficar até a cenoura estar cozinhada.
Bate-se os ovos com as natas tempera-se de pimenta e se necessário de sal, mistura-se o bacalhau nos ovos e mexe-se muito bem, dispõe-se por cima da massa, polvilha-se com um pouco de queijo das ilhas e vai ao forno.





segunda-feira, 25 de julho de 2016

Bolo de Courgete, Laranja e Chocolate


Este é um dos nossos bolos preferidos, muito fofo e húmido com o sabor leve da laranja. Apesar de estarmos no verão o forno cá em casa tem trabalhado bastante, seja para fazer um bolinho ou um assado, afinal o tempo não tem sido muito bom e acaba por ser desagradável estar a grelhar debaixo de chuva, nevoeiro e até vento. Em relação à courgete nem se dá por ela, mas fica muito bem nos bolos pois ficam bem húmidos devido a ela, não é novidade nenhuma os bolos com courgete mas façam esse meu bolinho que vão adorar.

Ingredientes:

4 ovos;
2 chávenas de açúcar;
2 chávenas de courgete;
2 chávenas de farinha;
2 laranjas;
100gr de manteiga;
4 colheres de sopa de granulado de chocolate;
1 colher de fermento;
1 colher de bicarbonato;

Preparação:

Descasca-se a cougete, rala-se e reserva-se, bate-se os ovos com o açúcar e com a raspa da laranja até ficar em creme. Adiciona-se a farinha, a courgete, o fermento, o sumo das laranjas e a manteiga derretida e com a vara de arames bate-se muito bem. Junta-se o granulado de chocolate envolve-se e vai ao forno pré aquecido a 180º +/- 60min numa forma untada de manteiga e polvilhada de farinha.





quinta-feira, 14 de julho de 2016

Courgete em Camadas com Frango e Tomate no Forno


Uma refeição bem diferente e que foi feita pela primeira vez cá em casa. Usei ingredientes que gostamos e como tinha sobrado um peito de frango assado aproveitei para criar outra refeição.
Ficou bem saboroso, tenham atenção no temperar da courgete se não ficar temperada não terá gosto nenhum.

Ingredientes:

1 Courgete grande;
1 peito de frango assado e desfiado;
Meia lata de tomate aos pedaços;
1 lata de cogumelos pequena;
Sal, pimenta preta e alho em pó q.b.;
Azeite para regar;
Queijo da Ilha ralado;

Preparação:

Corta-se a courgete em rodelas (usei o MandoChef da tupperware e fiquei com as rodelas todas da mesma grossura e cortadas num instante), desfia-se o frango e depois começa-se a montar.
Num pirex dispõe-se uma camada de rodelas de courgete e tempera-se de sal, pimenta e alho em pó, mete-se por cima tomate, o frango desfiado e os cogumelos, volta-se a meter a courgete e a temperar com o sal, a pimenta e o alho e assim vamos criando as camadas até acabar com os ingredientes, a última camada deve de ser de courgete, e em todas as camadas tempera-se a courgete.
Rega-se com um fio de azeite e põe-se uma camada de queijo da ilha por cima.
Vai ao forno a cozinhar, a derreter e a gratinar o queijo.

Podem acompanhar com uma salada simples ou com uma salada de macarrão, ou então comer sem acompanhamento.










quarta-feira, 13 de julho de 2016

Compota de Morango e Amêndoa


Com tanto morango é impossível conseguir comer tudo, alguns estão congelados e estes viraram compota.
Não querendo fazer uma coisa muito simples, adicionei a casca de limão e a amêndoa e fez muita diferença e ficou maravilhoso. Podem comer com torras, torradas ou pão, com bolachas (tipo água e sal) ou então guarnecer sobremesas.

Ingredientes:

550gr de morangos;
500gr de açúcar;
2 colheres de sopa de açúcar amarelo;
1 casca pequena de limão;
100gr de amêndoa laminada;

Preparação:

Lava-se os morangos, retira-se o pé e corta-se aos bocados. Num tacho adiciona-se os morangos e os açúcares, quando começar a derreter mete-se a casca do limão e a amêndoa, quando começar a atingir o ponto estrada está pronto.

Guarda-se quando estiver morna em recipientes de vidro.



terça-feira, 12 de julho de 2016

Hot Dog no Palito


Mais uns dias sem aparecer por aqui, desta vez devido à varicela, pois é a minha filha esteve com varicela e como tal os dias de "quarentena" em casa foi só para andar de roda dela, entre uma brincadeira ou outra, muito mimo e sofá, acompanhados de febres, comichões, cremes, tintura e medicamentos, mas graças a Deus já passou e ontem já regressamos à nossa rotina.
Hoje deixo uma receita, que já tinha visto tantas vezes noutros blogs e sites de culinária, que tinha de experimentar, é excelente para um lanche, para festinhas e satisfaz miúdos e graúdos, muito fácil de fazer e rende bastante.

Ingredientes:

1 chávena de farinha de milho;
Meia chávena de farinha de trigo;
1 chávena de leite;
12 salsichas;
2 colheres de sopa de açúcar;
1 ovo;
1 colher de sobremesa de fermento;
Meia colher de chá de sal;
Pimenta preta q.b.;

Preparação:

Bate-se as farinhas, o leite, o açúcar, o ovo, o fermento, o sal e a pimenta até ficar uma massa espessa e sem grumos. Em cada salsicha enfia-se o palito até ao fim da salsicha mas sem sair fora. Mete-se a massa num copo alto (usei o de medidas) e vai-se enfiando as salsichas na massa até ficarem bem cobertas e leva-se a fritar em óleo bem quente.

Escorre-se em papel de cozinha e serve-se acompanhadas de molhos (ketchup, mostarda, maionese ou outro a vosso gosto).

A fritadeira deve de ter bastante óleo para que frite de todos os lados e deve-se meter apenas 2 ou 3 salsichas de cada vez para que não colem umas nas outras.